O futuro da tecnologia

“A tecnologia vai ser cada vez mais invisível, apesar de ela estar mais presente”. Esta é apenas uma das previsões feitas por Paulo Ludicibus, diretor de novas tecnologias da Microsoft Brasil, em matéria divulgada no Fantástico, na Rede Globo.

Com foco em “tecnologias do futuro”, a reportagem teve o vídeo Productivity Future Vision, produzido pela Microsoft, como pano de fundo. Ela tratou temas como a inovação e o futuro tecnológico sempre com base nas tecnologias da Microsoft.

Ludicibus disse ainda que o computador, depois do mouse e do teclado, vai ser capaz de nos entender. “Ele vai entender gestos, voz e toques. Isso é uma grande tendência que simplifica muito o uso da tecnologia”, afirmou o especialista em novas tecnologias.

 

Assista a matéria completa no site do Fantástico ou pelo You Tube.

A tecnologia aproxima as pessoas, diminui barreiras geográficas, culturais e facilita nosso dia a dia.

Fabrício Basto

Fabrício Cristiam Basto, nascido e criado no interior do Espírito Santo, em São Gabriel da Palha, você conhece? Ache no Google Maps! Sou formado em Administração de Empresas com ênfase em Análise de Sistemas – CRA: 9009, com especialização em finanças, tecnologia da informação e gestão pública. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3014017071032681

Este post tem 2 comentários

  1. Verdade, é preciso usar o conhecimento intelectual para fazer com a tecnologia seja um fator de inclusão social e digital, fazendo com que as pessoas tenham uma mente mais aberta e dinâmica, minimizando outros problemas. Abraços e sucesso !

  2. Esperamos que esta contínua evolução tecnologica possa contribuir para melhorar não apenas o bem estar das pessoas (algumas) e fortalecer o capitalismo em detrimento de uma evolução universal (disponivel igualmente para todas as pessoas sem restrições de acesso) e contribua para fortalecer os valores morais de pessoas e da sociedade. Que possamos ver a diminuição de guerras, erradicação da miséria, fim do comércio de drogas, que a palavra corrupção (ativa e passiva) possa ser riscada de nossos dicionários por desuso.
    Vibro quando vejo estas noticias sobre a tecnologia e o avanço do conhecimento.
    Fico torcendo para que tudo isto seja bom.
    Que não seja meio de inescrupulosos alcançarem mais poder, de usarem para aumentar seu capital gerando mais miséria, que não transformem conhecimento em armas contra seus irmãos.
    Tenhamos esperança de um mundo melhor.
    Por Deus!

Deixe uma resposta

Fechar Menu