Desafios da Tecnologia da Informação

Desafios da Tecnologia da Informação

Por muitos anos, algumas organizações puderam continuar seus negócios, ainda que tivessem pouco apoio da Tecnologia da Informação. Hoje a realidade é diferente, a área é fator crítico de sucesso para a organização. Com o aumento do peso de importância dentro da organização, a TI passou a ser desafiante.

Quais os desafios que a tecnologia da informação deve enfrentar? São Eles:

– Manter os serviços de TI disponíveis;
– Gerar valor nos projetos de TI;
– Redução de Custos e Riscos;
– Crescimento da complexidade dos ambientes de TI;
– Alinha a TI com o negócio da empresa;
– Conformidade com normas regulatórias;
– Manter segurança sobre as informações.

Manter os serviços de TI disponíveis

A disponibilidade dos serviços de TI se tornou extremamente crítica a ponto de parar o negócio.

A disponibilidade dos sistemas de informações contribui para a produtividade dos usuários e evita desperdícios e prejuízos. Os gestores de TI devem sempre avaliar seus sistemas para assegurar a alta disponibilidade dos serviços, sem paradas e problemas.

Se a TI parar pode acarretar nos seguintes problemas:

– Processos críticos do negócio como processamento de pedidos são interrompidos;
– O pessoal da área administrativa fica impossibilitado  de executar suas atividades diárias como envio de e-mails ou  acesso a documentos;
– Os clientes ficam sem acesso aos call centers;
– Isto pode resultar ainda em perda de negócios, redução de lucros e até mesmo interferir na reputação da empresa.

Gerar valor nos projetos de TI

As empresas precisam obter retorno sobre o valor investido, por isso é importante avaliar e mensurar cada etapa dos processos, verificando discrepâncias e pontos a melhorar, com o objetivo sempre de diminuir custos com qualidade.

A maioria dos projetos mal gerenciados ultrapassam o orçamento inicial ou o prazo de entrega, onde os seus principais problemas são:
– Requisitos mal definidos;
– Sistemas complexos para serem desenvolvidos;
– Falta de pessoas capacitadas;
– Falta de treinamento interno;
– Avaliação subestimada do esforço necessário;
– Falta de Gerenciamento do Projeto;
– Falta de foco nos projetos.

Redução de Custos e Riscos

Com uma economia instável, é preciso cautela, diminuir cada vez mais os custos de TI. Os orçamentos estão cada vez mais apertados para a TI e isto cria uma pressão para os departamentos de TI escolherem o portfólio de serviços de TI necessários dentro do orçamento.

A TI lida com informações, medidas preventivas de segurança, sistemas e infraestrutura, fatores que são poucos mensuráveis. Com uma TI projetada e estruturada, que mostra seus benefícios e suas realizações, a empresa poderá mensurar onde estão indo os investimentos.

As principais razões para este aumento de custos são:

–  A maioria das empresas não sabem como associar os custos aos seus ativos de TI;
– Os orçamentos operacionais aumentam a cada ano devido aos licenciamentos, manutenções e contratos de outsourcing;
– Projetos mal sucedidos levam a perdas financeiras e perdas de tempo;
– Os gastos relacionados a TI que são realizados não estão sendo monitorados.

Crescimento da complexidade dos ambientes de TI

Vivemos em mundo em constante crescimento, principalmente na área de TI. Hoje, existem inúmeros fornecedores e soluções disponíveis no mercado. É preciso avaliar e gerenciar para escolher o melhor prestador de serviços.

Os problemas típicos devido a este ambiente são:

– Manter a competência técnica da equipe de TI, com treinamentos e cursos;
– Gerenciar diversas infraestruturas de TI em várias filiais;
– Adaptar-se a rápidas mudanças e novos desenvolvimentos;
– Gerenciar relações com provedores de serviços externo.

Alinha a TI com o negócio da empresa

A TI precisa gerar resultados e consequentemente valor para o negócio. O interesse do uso de TI nas empresas e a inovação contínua propiciada pela TI criam uma vantagem tecnológica para a empresa. A utilização de tecnologias mais recentes está em alta entre as empresas qualificadas tecnologicamente. A meta estratégica para estas empresas será de obter uma vantagem tecnológica sobre os seus concorrentes.

O desenvolvimento de TI deve estar alinhado com o negócio da empresa para poder criar estas vantagens de negócio. Entretanto na maioria das organizações as lacunas entre o que os usuários esperam e o que a TI pode fornecer continua a existir devido as seguintes razões:

– Falta de definição dos requisitos de negócio;
– Falta de capacidade de esclarecer as prioridades;
– Complexidade dos projetos;
– Falta de comprometimento da alta direção;
– Problemas de comunicação entre o negócio e a TI.

Conformidade com normas regulatórias

Existe muita pressão sobre as empresas para mostrar que elas são eficientes (conformidade com os padrões e regulamentos) e eficazes (lucrativas). Os Regulamentos que governam as operações do negócio impactam o ambiente TI da empresa.

A TI deve dar atenção aos requisitos regulatórios tanto nacionais como internacionais, os  quais se referem a:

– Governança Corporativa e relatórios financeiros;
– Privacidade e segurança.

Manter segurança sobre as informações

O bem mais valioso não é material, são das informações existentes, por isso a segurança das informações é um ponto crucial para a TI. É preciso assegurar que todo o sistema de informações da empresa esteve protegido, seja contra problemas internos e externos.

A empresa deve treinar seus funcionários, guiados por uma política de segurança bem elaborada, como normas e regras que vão evitar problemas e prejuízos. Sempre falo, a segurança começa de dentro para fora, não adianta termos inúmeros mecanismos de proteção contra riscos externos, sem um RH consciente.

Estes riscos têm aumentado devido aos seguintes fatores:

– Uso da Internet expondo os sistemas internos da empresa para o mundo;
– Vírus e ataque de hackers;
– Aumento da necessidade por informações;
– Complexidades técnicas dos ambientes de TI e problemas de segurança associados;
– Falta de responsabilidade dos usuários em relação ao uso dos serviços de TI.

Confira mais artigos sobre segurança e deixe sua empresa segura.

É você, acha que a TI vai enfrentar muitos desafios nesse momento de grandes mudanças. Dê sua opinião, conte sua experiência.

Créditos da Imagem: pixabay.com

Fabrício Basto

Fabrício Cristiam Basto, nascido e criado no interior do Espírito Santo, em São Gabriel da Palha, você conhece? Ache no Google Maps! Sou formado em Administração de Empresas com ênfase em Análise de Sistemas – CRA: 9009, com especialização em finanças, tecnologia da informação e gestão pública. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/3014017071032681

Este post tem 2 comentários

  1. Realmente.
    A politica de Ti tem que ser fortificada. O que tenho notado na maioria das empresas que eu passo é que os pilares “Confidencialidade e Integridade” existem, mas disponibilidade nem sempre.

    A burocratização de processos realmente é um mal necessário, mas chega uma hora que a política de Segurança fica tão amarrada que perdemos muito no quesito “disponibilidade”.

    Eu por exemplo sou Analista de SIG (Sistema de Informação de Gestão). Meus sistemas são voltados para análise de dados e tomadas de decisão. A equipe de automação e TI da empresa encara o setor de SIG como uma ameaça e cria políticas que muita das vezes dificultam o acesso as informações para geração de análises críticas em tempo real. Já é a segunda empresa que passo pelo mesmo cargo e vejo a galera de SIG reclamar do mesmo problema.

    Isto leva a crer as vezes que alguns destes “profissionais” de T.I Brincam de trabalhar, tomando posturas de ‘donos da informação’ de ‘hackerzinho de 12 anos’ negando em demasia todo o acesso inclusive a quem precisa.

    Falta de comprometimento da alta direção é também um problema, mas pior mesmo é quando o diretor entende pouco ou nada de tecnologia e se rende ao medo de indagar qualquer jargão técnico utilizado que ele desconheça (utlizado propositalmente para confundi-lo). A boa fé do profissional de tecnologia tem que ser analisada a dedos ‘mágicos’ para evitar estes tipos de problemas.

Deixe uma resposta

Fechar Menu