Intel recebeu autuação recorde por abuso de posição

A Comissão Europeia anunciou nesta quarta-feira (13/05) uma multa recorde de € 1,06 bilhão (US$ 1,45 bilhão) à norte-americana Intel, líder mundial de microprocessadores, por abuso de posição dominante. A entidade acusa a Intel de ter aproveitado, entre outubro de 2002 e dezembro de 2007, sua posição dominante no mercado de processadores para prejudicar os concorrentes por meio de descontos “integral ou parcialmente ocultos” estabelecidos com os fabricantes de computadores. “A Comissão contesta, não os descontos em si, mas as condições em que a Intel os concedeu”, afirma o comunicado do órgão executivo da União Europeia (UE).

O recorde anterior de multa aplicada pela Comissão era da gigante americana do software Microsoft, que, ano passado, foi condenada a pagar € 899 milhões  por não cooperar após uma sentença contra a empresa, também por abuso de posição dominante. O grupo apresentou um recurso judicial que está em andamento.

Paul Otellini, presidente e CEO da Intel, manifestou contrariedade a postura da comissão europeia. “Acreditamos que a decisão está errada e ignora a realidade da alta competitividade do mercado de microprocessadores”, disse, afirmando que a fabricante irá apelar ao resultado.

Fonte: IT Web

Fique atualizado!

Fique atualizado!

Deixe seu e-mail abaixo e receba conteúdo exclusivo do blog.

You have Successfully Subscribed!